segunda-feira, novembro 21, 2005

sobre meu curto reinado

Uma semana sem postar. Na verdade, um pouco mais. Mas tantas coisas se atropelaram nesses últimos dias que o blog foi relevado ao segundo planp novamente.

Um feriado prolongado que mais pareceu férias, dada a situação de cansaço em que eu me encontrava. Uma semana curta, curtiiinha, com milhões de coisas para resolver, pesquisar, decidir, assinar e começar. E, mais recentemente, um namorado doentinho para mimar e tomar conta. Simples assim.

Mas, voltando ao objetivo inicial, a autobiografia semi-verídica. Onde era que estávamos mesmo? Ah, claro! Eu nasci.


* * *


Hoje em dia, olhando as fotos dos álbuns, eu entendo por que eu tenho instintos homicidas contra meus irmão e por que o fato de ser irmã mais velha me irrita tanto. Durante dois anos, eu fui a rainha do lar. E quem foi rainha nunca perde a majestade..

Quando eu nasci, papai e mamãe moravam num apartamento pequenininho, no terceiro andar de um prédio chamado Lagoa do Abaeté. Esse foi um dos poucos projetos do meu pai como engenheiro (ele fez parte daquela geração em que todos os homens se formavam em engenharia e nenhum exercia de fato). Era um prédio baixinho, não chegava à 10 andares. No pilotiz tinha uma parquinho daqueles de madeira: uma casinha colorida com escadas (meu primeiro castelo de contos de fada), escorregos, balanços e gangorras. E haviam umas plantinhas junto do muro que pareciam com pés de papoulas, mas arranhavam quem encostava nelas. Eu odiava aquelas plantas com cara de sentinelas..

Não vou mentir dizendo que lembro dos detalhes daquela casa. Não lembro de quase nada, e o pouco que me restou vem em flashes desconexos e descontínuos, como memórias que foram construídas depois de anos e anos ouvindo as mesmas histórias.

Lembro que na sala estavam os mesmos sofás escuros que estão na minha casa hoje. E que no chão havia um tapete felpudo onde eu rolava, brincava de boneca e assistia o Xou da Xuxa. No meu quarto tinha um berço, uma cama e uma cadeira. Eu comecei a andar me segurando nas madeiras desses móvei. Mamãe quase teve um enfarto nesse dia. No quarto da minha mãe e do meu pai havia uma cama de casal que parecia cobrir toda a cidade do Recife, e quando eu deitava nela era como se o mundo inteiro parasse e nada de ruim pudesse me acontecer (até hoje, quando eu tenho medo ou sinto aquela tristeza insuportável me consumir, eu deito na cama da minha mãe e me esqueço de mim). Uma vez, quando eu tinha uns 4 anos, tive febre forte por três dias. Minha mãe me deixou deitada no quarto dela, assistindo à TV que ficava suspensa numa estrutura metálica, e fez com que Cristina me trouxesse água de coco e suco de limão de meia e meia hora. Eu quase desejei que continuasse doente por mais alguns anos, esparramada naquela ilha imperial e cercada de mordomias por todos os lados..

Mas a parte da qual eu mais me recordo é a varanda. A varanda daquele apartamento tinha grades pretas e grossas. Nas tardes de sexta e sábado, mamãe sentava comigo no chão e ficava mostrando os carros, as senhoras com seus cachorrinhos, as lojas e os aviões que passavam. Ela ainda tinha cabelos longos e cara de menina, e os olhos dela ainda brilhavam cheios de alegrias e sonhos. Depois, ela desenrolava a rede muito branca que ficava pendurada no canto esquerdo, deitava comigo e me fazia dormir. Eu encaixava a cabeça no colo de mamãe e sonhava com coisas felizes.

Fui a princesinha da minha casa até os dois anos.

4 Comments:

Blogger Gwen said...

Voltou!!!!

Tava fazendo falta!

11:06 AM, novembro 21, 2005  
Blogger Gwen said...

Sabe, meu reinado foi maior que o seu - azar o meu pq fiquei mais mal acostumada. Sou 3 anos e meio mais velha que minha irmã do meio e queimei meus cabelos no dia que ela nasceu.

Charme, birra...

Não me lembro muito bem da casa que nasci pq não ficamos muito tempo lá...
:(

11:56 AM, novembro 21, 2005  
Anonymous manuuh said...

eu fui rainha ate os 4... mas nem fiquei mal acostumada :D

euu... nao lembro da minha casa. mentira, eu lembro pq passei mt tempo em todas.. :] a do meu pai(que tu conhece) foi a 1ª...e eu nao lembro de morar la, so de visitar msm. outra no derby... essa eu lembro! :D e outra nos aflitos. dps teve uma no leblon, uma outra na jaqueira, uma em humaitá. De la, eu fui pra uma num lugar meio indefinido... meio espinheiro, meio graças, meio aflitos.. meio tudo. ou meio nada... daí, nao satisfeita, me mudei pra uma na vila andrade. em dezembro estarei em casa forte... e, fim do ano que vem, eu to no panamby.

:]]]

bjo, priii! :*

1:47 PM, novembro 21, 2005  
Anonymous Anônimo said...

eu nem reinado tive, já nasci dando o golpe de Estado. Olha só, fui revolucionário...

Que memoria hein?

Selph

5:20 PM, novembro 21, 2005  

Postar um comentário

<< Home