segunda-feira, janeiro 02, 2006

mandiga

Rompi de branco, pra trazer sorte.
De roupa nova, pra trazer novidades.
Sal grosso e incenso na casa,
7 sementes de uva na carteira,
7 ondinhas puladas no mar,
raminhos de arruda na bolsa,
amarrados com uma fitinha do Senhor do Bonfim.
Comi lentilhas (2 colheres)
e tomei banho com chá de alecrim.
Rezei pra todos os Santos e Deuses,
de Buda à Oxalá,
e joguei flores para agradar Iemanjá.

Sorte? Nunca é demais.

10 Comments:

Blogger izabel said...

nunca. sorte nunca é demais.
e achar que se está começando com ela nunca é demais também. ;D


:*

1:07 PM, janeiro 02, 2006  
Anonymous selph said...

é isso aí, nunca mesmo.

1:19 PM, janeiro 07, 2006  
Blogger Gwen said...

do virar de ano, o que deixei pra trás, não me apaga da memória!
Ah, se eu tivesse uma camera com lente especial!

3:44 PM, janeiro 07, 2006  
Blogger Construindo Sonhos said...

a sorte é necessidade do homem. infeliz daquele que não acredita nela e não dá uma forcinha pra que ela se torne realidade.
adorei seu blog.

10:38 PM, janeiro 08, 2006  
Anonymous NOMAD said...

Pois é. ;)

E como assim tu conhece o Selph?

Te vejo no CAC!

;*

11:17 AM, janeiro 11, 2006  
Blogger Gwen said...

links, e links e links, Nomad...

4:57 PM, janeiro 11, 2006  
Anonymous Berna said...

És uma bela macumbeira... :D Toda sorte do mundo neste mundo, neste ano... e para sempre... mas não só... feliz ano novo... e o bom... td d bom!!

9:04 PM, janeiro 11, 2006  
Anonymous Berna said...

24 dias sem atualizar... tsc tsc... bora brincar de atualizar querida clarice...

6:22 PM, janeiro 26, 2006  
Blogger Gwen said...

abandonou de vez...

7:28 PM, fevereiro 11, 2006  
Anonymous @njinh@ said...

Realmente: sorte nunca é demais!!!
Beijos!!

1:01 AM, março 09, 2006  

Postar um comentário

<< Home