quarta-feira, abril 05, 2006

reativando

Mas, me diz, onde é que eu estava mesmo?

(É que nos últimos meses eu estive meio que suspensa no ar. A gente fica assim quando quer de toda e qualquer forma estacionar no tempo, segurar os segundos, conter a areia da ampulheta. E acaba conseguindo, ao custo de se esquecer onde está e o que deve fazer. A gente vive o momento e paga com esquecimento.)

Mas sim, eu me lembro agora. Eu estava contando a história da minha vida. Ao que me parece, ainda lá pelas bandas da minha infância. Eu sei, eu sei que demorei a sair dessa parte, eu sei! Freud explica: minhas memórias infantis são como algodão-doce cor de rosa. A minha adolescência foi mais para salada maluca: passei por tudo, do amargo ao indefinível. Da vida adulta eu não sei. Não pretendo crescer nem tão cedo.

Aguardem novidades.
Até mais.

1 Comments:

Anonymous Selph said...

até Peter Pan cresceu...

8:45 PM, junho 09, 2006  

Postar um comentário

<< Home