segunda-feira, abril 04, 2005

eu vejo um novo começo de era..

Hoje o tempo voa, amor..
Escorre pelas mãos,
Mesmo sem se sentir.
E não há tempo que volte, amor!
Vamos viver tudo o que há pra viver.
Vamos no permitir..

(Estava tocando essa música no rádio hoje.. Mais adequada, impossí­vel!)

1 Comments:

Blogger Crica said...

(...)
Desenlacemos as mãos, porque não vale a pena cansarmo-nos.
Quer gozemos, quer não gozemos, passamos como o rio.
Mais vale saber passar silenciosamente
E sem desassosegos grandes.

Sem amores, nem ódios, nem paixões que levantam a voz,
Nem invejas que dão movimento demais aos olhos,
Nem cuidados, porque se os tivesse o rio sempre correria,
E sempre iria ter ao mar.

Amemo-nos tranquilamente, pensando que podíamos,
Se quiséssemos, trocar beijos e abraços e carícias,
Mas que mais vale estarmos sentados ao pé um do outro
Ouvindo correr o rio e vendo-o.
(Trecho de um poema do Fernando Pessoa)

Eu gosto, sabe?
Gostei do seu blog também! ;)
:*

1:03 PM, abril 04, 2005  

Postar um comentário

<< Home